por Gabrielle Carreira

Certezas da vida

O casamento é um ritual de passagem muito importante – senão o mais importante -, na vida das mulheres.

Eu, por exemplo, penso nele desde pequena e me lembro que quando me perguntavam quais sonhos eu tinha a lista era a seguinte:

1 – Me formar jornalista.
2 – Casar.
3 – Ser mãe.

Hoje em dia pode parecer algo pequeno perto de tudo aquilo que desejo conquistar, mas estes sonhos sempre me moveram e continuam a fazer isso.

Comecei a namorar aos quatorze anos, hoje, depois de seis anos de relacionamento, percebo que o casamento começa muito antes de se dizer “sim” lá no altar.

Começa quando você percebe que sua felicidade independe de estar com outra pessoa e mais que isso, que a felicidade do seu parceiro é primordial para que você seja feliz também. É perceber, nos pequenos detalhes, o quanto a vida os fez diferentes, mas também, o quanto os anos juntos, vivendo e aprendendo, os fez tão parecidos.

O casamento começa quando você abre a sua alma para outra capaz de mudar tudo aquilo que existia em você e mesmo assim, você se sentir igual, mas mais completa e satisfeita que antes.
Quando você entende coisas tão grandes, mas que são ao mesmo tempo tão simples chega-se a conclusão de que dizer “sim” no altar é um mero detalhe, é apenas a formalização de algo muito maior, muito mais intenso.

Hoje eu sei a música que tocará enquanto eu me encaminho para o altar e todas as vezes que eu a ouço penso no quanto eu estava certa aos meus 12 anos.

Tudo o que eu quero é ser feliz e eu já sabia tudo o que eu precisava para alcançar este desejo. Que venham os próximos anos de amor e certezas de uma vida plena.

Gabrielle Carreira

+ artigos

Sou uma aspirante a jornalista de 20 anos que tem muito a dizer. Uso as palavras como principal meio de expressão, amo ler e passo meu tempo livre assistindo a séries e curtindo meu namorado de longa data.