Compartilhar

por Erickson Rosa

Como cultivar as verdadeiras causas da felicidade

Todos nós buscamos a felicidade. Queremos uma vida livre de ansiedades e de problemas, queremos paz e tranquilidade, todas as pessoas almejam essa condição. Até mesmo quem faz guerra procura felicidade. Mas como podemos cultivar causas e condições para que a felicidade se manifeste em nossas vidas? Neste texto, eu quero abordar sobre como você pode criar essas condições hoje mesmo em sua vida, independentemente de onde e como você esteja. 

Normalmente, buscamos a felicidade em coisas externas. Passamos a vida correndo atrás do local ideal, do trabalho ideal e da pessoa ideal. Entretanto, com o passar dos anos, vamos percebendo que a felicidade não se encontra nas coisas ou nos locais. Percebemos que algumas situações podem até nos provocar certo prazer momentâneo e um alívio da angústia e ansiedade, mas passado um tempo estamos novamente correndo atrás de um novo estímulo para saciar nossa sede por felicidade. Não percebemos que a busca deve ser realizada em nosso coração e alma. 

Alan Wallace ensina que Meditação, em sânscrito, é “bhavana” e “bhavana” significa cultivar, como um agricultor cultiva o campo. Dessa forma, a meditação é um meio de cultivarmos as condições para que a felicidade se manifeste em nosso interior. Da mesma maneira que um agricultor cuida do solo, rega as plantas e prepara o ambiente para que algo floresça, devemos cultivar uma mente que possibilite a manifestação de emoções positivas e da felicidade. Para tal, precisamos primeiro parar com o movimento da mente de correr atrás de algo que está em nosso interior. Estamos acostumados a acreditar que as situações nos trarão paz e felicidade, mas na verdade é a nossa capacidade de manter a serenidade independente do estímulo que gerará a felicidade. Imagine você estando calmo independentemente das situações. Qual efeito isso teria? A possibilidade de resolver coisas que acontecem em sua vida com serenidade e paz, sem precisar se angustiar ou se martirizar. 

Para isso, nós precisamos parar com algo que estamos condicionados a fazer: sermos responsivos. Respondemos a todas as situações de maneira automática, sem perceber que as nossas emoções e pensamentos nos carregam de um lado para o outro. Respondemos com comportamentos em todas as situações e os resultados negativos acabam aparecendo. Ao iniciar a meditação, começamos a manter o nosso corpo parado e posteriormente a não seguir o impulso de se movimentar. Tal atitude gera em nós a não responsividade. Paramos de responder e conseguimos ter liberdade para agir de maneira mais assertiva e sem sermos dominados pelas situações. Começamos o cultivo de uma mente serena. Dessa forma, para cultivar as verdadeiras causas da felicidade, precisamos meditar. Para termos uma mente serena, para deixarmos de ser responsivos e para tomarmos decisões em nossas vidas de maneira lúcida e sem condicionantes. 

Então, comece hoje a cultivar em sua mente e coração as causas da felicidade. Busque a meditação e a força de uma mente serena, pois essas são as causas que irão gera a felicidade em seu coração. Você pode começar a praticar hoje para verificar o que lhe digo, pois afinal, a verdadeira felicidade está na prática e não na aceitação. 

Compartilhar

Erickson Rosa

+ artigos

Psicólogo clínico laureado pela PUCRS. Atende crianças, jovens e adultos. Palestrante sobre a temática do inconsciente.

site www.coachmatinal.com.br

email [email protected]

celular (51) 99543-3715