Compartilhar

por Iasmin Gimenes Sabbanelli

Júpiter em Peixes: a sensibilidade importa

Júpiter é o maior planeta do sistema solar e é visto como escudo protetor de cometas e meteoros que poderiam nos atingir na Terra. Isso se dá devido à sua colossal força gravitacional, que acaba desviando esses corpos celestes de nossa órbita.

Já na Astrologia, enquanto Mercúrio, Vênus e Marte são planetas pessoais, que marcam a estruturação de uma individualidade, aquilo que uma pessoa é, o planeta Júpiter retrata as normas e as regras sociais, pois, ao sairmos da nossa "casinha", encontramos um mundo que funciona na dinâmica do coletivo.

Júpiter é o primeiro planeta social, e os planetas sociais passam por um longo período em cada signo, então sua posição por signo fala de uma condição coletiva. Júpiter retrata um padrão de comportamento que uma sociedade inteira tem — no mapa astral individual de cada um, indica a forma como nos relacionamos socialmente com o mundo e um tipo de percepção que temos sobre o que é crescer, progredir e se desenvolver na sociedade.

O planeta passa aproximadamente um ano em cada signo e demora 12 anos para dar a volta no Zodíaco. Hoje, dia 13 de maio de 2021, após um ano transitando no signo de Aquário, Júpiter ingressa no signo de Peixes. Devido à sua similaridade com as características do signo, esse planeta se sente muito à vontade pra manifestar suas funções livremente.

Uma mão segurando um globo terrestre

A partir de agora, ampliaremos nossa compreensão das pessoas e do mundo. Nossa espiritualidade pode ganhar uma nova perspectiva. Estaremos mais sensíveis a perceber as necessidades dos outros. Poderemos nos sentir mais empáticos e perceber a importância de ajudar mais os menos favorecidos.

Júpiter em Peixes no Mapa Astral: saiba o que significa

Como Júpiter está ligado a uma percepção coletiva do que é preciso existir em uma sociedade para que haja desenvolvimento e progresso, a partir de agora as pessoas perceberão, mais do que nunca, a importância do auxílio aos mais necessitados. O que já começou com a temporada de Júpiter em Aquário, em que as pessoas começaram a perceber a importância do coletivo, da sociedade e da fraternidade, agora, com Júpiter ingressando no signo de Peixes, que é o signo mais benevolente do Zodíaco, toda essa percepção se intensificará e começaremos pensar nas necessidades individuais dos menos favorecidos.

A sociedade, como um todo, poderá se sentir mais sensível, amorosa e acolhedora, por isso movimentos em prol dos menos favorecidos poderão acontecer com mais frequência a partir de agora.

Doação de comida para ajudar uma outra pessoa com fome

Como já mencionado, apesar do trânsito de Júpiter por signo falar mais sobre uma condição coletiva do que individual, sua posição por casas pode, sim, trazer uma condição individual.

Reflita sobre como você enxerga o mundo

Como Júpiter permanecerá em Peixes durante um ano, veja em qual casa do seu mapa natal você tem Peixes, pois como Júpiter também é considerado o grande benéfico e está associado a proteção, merecimento e abundância, durante esse trânsito você receberá grandes bênçãos em relação a esses assuntos, situações e pessoas.

Aproveite ao máximo essa onda de bem-aventurança!

Compartilhar

Iasmin Gimenes Sabbanelli

+ artigos

Sou uma eterna amante e estudante da Astrologia. Para mim, um mapa astral é como um mapa do tesouro escrito pelo Universo no dia do nosso nascimento e o astrólogo é o intérprete.

Utilizo a astrologia como ferramenta de autoconhecimento e transformação, por isso resolvi me aperfeiçoar. Estou cursando o 2º semestre do curso de Astrologia pela Gaia, no anseio de poder contribuir com o mundo transmitindo o propósito dos astros em busca de uma vida mais feliz.