Compartilhar

por Silvia Ligabue

Maturidade e envelhecimento

O envelhecimento é a morte das células pouco a pouco, é um processo onde o corpo vai se deteriorando com o passar dos tempos. Ou ainda, um fenômeno biológico que acarretará consequências psicológicas. Embora já é sabido que determinadas funções cognitivas melhoram com o envelhecimento. Afinal envelhecer, depende da genética e das condições sociais e psicológicas que o indivíduo viveu ao longo de sua vida.

Já é sabido, que o nosso País está envelhecendo, a sensação de incapacidade vista pela sociedade tem que acabar. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), são considerados idosos as pessoas com mais de 60 anos. O Brasil passará de 14 milhões e 100 mil para 33 milhões e 400 mil idosos em 2025. Ou seja, um País de idosos em poucos anos que poderão viver de forma madura e com maior qualidade de vida física, psicológica, social e espiritual, fazendo escolhas conscientes e se responsabilizando por elas, como dizem, “pagando sua própria conta”.

O que gostaria de refletir aqui é a maturidade, já que todos os seres envelhecem, mas não necessariamente, amadurecem. Maturidade segundo o dicionário é: O espaço de tempo de uma vida, compreendido entre a juventude e a velhice. Vem do latim “maturitas, atis”,  que significa madureza, maturação. Amadurecer é marchar em direção a uma meta.

Entendendo um pouco mais, ela não está associada só a velhice, mas também está presente nela ou não, pois cada idade tem sua maturidade. Ou ainda o que você espera de cada faixa etária nas dimensões físicas, psicológicas, sociais e espirituais, tem que ter uma certa coerência entre o que se faz e o que é esperado da pessoa que pertence a determinada idade.

Alguns filósofos, escritores e pensadores descrevem o que é maturidade em suas visões, aqui estão algum deles:

A escritora Lya Luft diz que: "A maturidade me permite olhar com menos ilusões, aceitar com menos sofrimento, entender com mais tranquilidade, querer com mais doçura".

O ator, dentre outros títulos, Charles Chaplin a descreve nesta frase: “Uma pessoa pode ter uma infância triste e mesmo assim chegar a ser muito feliz na maturidade. Da mesma forma pode nascer num berço de ouro e sentir-se enjaulada pelo resto da vida”.

Osho coloca ainda em seu livro: “Maturidade, a responsabilidade de ser você mesmo”, que envelhecer faz parte do corpo físico e que todos os seres humanos envelhecem, mas que a maturidade é um crescimento interior e que nem todos amadurecem. Ele diz ainda que para conquistá-la é preciso viver o hoje, o aqui, o agora com o corpo, a mente e o coração. 

Entendo que sou maduro quando me olho e consigo identificar o que me leva a ter sentimentos negativos e positivos, e as posições que tenho na vida, os comportamentos que realizo, frente às situações que vivencio. Quando aprendemos a nos colocar no lugar do outro, pensar antes de agir, ser solidário, generoso e administrar melhor nossos pensamentos, fazendo com que a vida tenha o maior tempo possível carregada de bem-estar e congruência. Com comportamentos mais flexíveis, através de várias formas de visualizar a mesma situação.

Se hoje vivemos um maior tempo cronológico decorrente da baixa natalidade, pela diminuição de nascimentos e alta da longevidade, pela maior descoberta de doenças, seus devidos tratamentos e melhora na qualidade de vida, temos que aproveitá-lo da melhor forma que pudermos.

 

O importante é a nossa postura diante da vida e o quanto se acredita se está velho ou novo.

Se uma pessoa se aposenta, por exemplo e entende que a partir daquele momento sua vida vai acabar, ela com certeza acabará. Em contra partida, se aquela mesma pessoa entende que é chegada a hora de viver o que não tivera a oportunidade até então, compreendendo ainda que ela poderá aprender com esta nova situação, com certeza viverá sua vida com mais realizações por um maior espaço de tempo.

Vale lembrar que quem tem uma visão positiva da vida, capacidade de sonhar e realizar consegue diminuir o embate do envelhecimento.

E aí, o amadurecimento poderá acompanhar o envelhecimento e assim caminharem lado a lado.

Compartilhar

Silvia Ligabue

+ artigos

Psicóloga Transpessoal e facilitadora do "Encontro de Mulheres Online".

site silvialigabue.com.br

facebook /SilviaLigabueTerapias

fone (11) 2865-4845

email [email protected]

instagram @silvialigabueterapias

celular (11) 99129-6351

youtube SilviaLigabueTerapias