Compartilhar

por Patrícia Donban Machado

O grande erro em relação a sua saúde

Você vai à sua consulta médica rotineira, ou ao seu check-up anual. Após algumas perguntas e exames físicos o médico lhe diz: “Aparentemente está tudo bem com você, mas como sua avó teve câncer de mama, vamos fazer alguns exames preventivos”. Você então pergunta: “Mas doutor, há algo com o que eu deva me preocupar? Pode ser sincero!”. Ele responde: “Não, está tudo ok, mas não custa nada termos certeza absoluta! Não se preocupe!”.

O fato é que quando você marcou sua consulta com a intenção de fazer um check-up, você já estava emitindo uma vibração de incerteza em relação a sua saúde. Estava emocionalmente assumindo a possibilidade de haver um problema e, após a consulta, você com certeza saiu de lá com uma vibração ainda mais negativa, a do medo de estar doente.

Quando você faz um exame a pedido de seu médico, pensa que o resultado mostrará a realidade. Mas o resultado de um exame espelha tão somente aquele momento no qual você o fez. Onde estava o seu pensamento, a sua vibração naquele exato momento. Agora, se você pega este exame e foca nele, você começa a vibrar mais naquilo que ele representa, e quanto mais pensa e foca no exame, mais vibração equivalente se soma à anterior, permanecendo mais tempo nesta vibração, não se permitindo retornar à vibração de bem-estar que emitia antes de se lembrar da existência do check-up.  E então você vai precisar fazer mais um exame, e depois outro, e aquilo que não existia em seu corpo começará a ser criado.

Em suma, você não deveria ter feito o primeiro exame, a não ser que estivesse convicto de ser absolutamente saudável. Mas se você tivesse esta convicção não teria pensado em fazer um check-up!

A verdade é que exames não são um problema. Mesmo que eles mostrem que você tem várias possibilidades de desenvolver a doença x, y ou z, eles são apenas um retrato de sua vibração no momento em que ele foi feito. Sua vibração pode mudar no instante em que você começar a focar apenas em seu bem-estar. 

O resultado dos seus exames podem ser reflexo de suas vibrações mentais.

Mesmo que você faça um exame cujo resultado seja horrível e que seu médico lhe diga que você está muito doente, isto na verdade – e eu sei que você vai achar isso uma loucura – não importa! Porque o resultado deste teste indica apenas que você esteve vibrando na frequência da doença, e você pode a qualquer momento voltar a vibrar na frequência da saúde, da cura, do bem-estar - e quando isso acontecer, sua doença desaparecerá.

Mas esta é uma opção sua. Se você preferir focar no resultado do exame, se preferir estudá-los, levá-los a outros especialistas, focar e focar ainda mais nele, usando o resultado como desculpa para desistir da vida…

Todos nós temos desejos o tempo inteiro, e quanto mais focarmos em cada desejo, mais permitiremos que cada um faça parte de nossa realidade.  Se você adoecer, não pense na doença, foque em seu maior desejo, aquele cuja ideia lhe traga mais prazer, mais alegria, mais bem-estar.

Desejar e permitir. Isto é tudo o que é necessário fazer para alcançar saúde e felicidade. E desejar outra coisa logo depois, e também permitir. Esta é a dança da vida. Permitir que todos os desejos que lhe tragam entusiasmo se concretizem. E é também seu maior desafio – permitir sentir-se sempre bem. E então, todas as outras coisas com as quais as pessoas estão preocupadas tornam-se irrelevantes.

Médicos são bem intencionados, eles querem ter valor para você. Eles aprenderam que as pessoas em geral não conseguem atingir seu bem-estar sozinhas, e que há pessoas que querem conquistar seu bem-estar, mas que não sabem como chegar lá.

Tudo é cocriação, os médicos não existiriam se não houvesse pessoas que não acreditam em sua própria capacidade de estar bem. Portanto, pare de assumir problemas e doenças, comece a assumir o seu bem-estar agora!

Compartilhar

Patrícia Donban Machado

+ artigos

Terapeuta em Constelações Familiares individuais e em grupos; Terapeuta TFT - Dx e EFT Practitioner; Radiestesista e Radionicista; Reiki Master; Acupunturista e Shiatsuterapeuta.