Preserve sua saúde, não fume!

Pois é amigos... a notícia é velha, mas sempre é bom postar né?

O tabagismo é considerado pela Organização Mundial da Saúde como a principal causa de morte evitável no mundo. Nos matamos propositalmente!
 
A organização estima que um terço da população mundial adulta, cerca de 2 bilhões de pessoas, sejam fumantes. Números estes que não são mais reais, afinal, é normal vermos menores de idade fumando. Nem coloco aqui a grande quantidade de menores que adoram fumar Narguilé.
 
A fumaça do cigarro tem mais de 4,7 mil substâncias tóxicas! O alcatrão, por exemplo, é composto de mais de 40 compostos cancerígenos. Já o monóxido de carbono (CO), em contato com a hemoglobina do sangue dificulta a oxigenação e, consequentemente, ao privar alguns órgãos do oxigênio causa doenças como a aterosclerose (que obstrui os vasos sanguíneos).

A nicotina é considerada pela Organização Mundial da Saúde, droga psicoativa que causa dependência. Ela também aumenta a liberação de catecolaminas, que contraem os vasos sanguíneos, aceleram a frequência cardíaca, causando hipertensão arterial.
 
O tabagismo está relacionado a mais de 50 doenças, sendo responsável por 30% das mortes por câncer de boca, 90% das mortes por câncer de pulmão, 25% das mortes por doença do coração, 85% das mortes por bronquite e enfisema, 25% das mortes por derrame cerebral. Segundo a Organização Mundial da Saúde, todo ano mais de cinco milhões de pessoas morrem no mundo por causa do cigarro. E, em 20 anos, esse número chegará a 10 milhões se o consumo de produtos como cigarros, charutos e cachimbos continuar aumentando.
 
Segundo o Instituto Nacional do Câncer, o tabaco também tem relação com a impotência sexual e infertilidade masculina pois, segundo estudos, prejudica a mobilidade do espermatozoide. 
 
Para obter informações sobre tabagismo consulte o site do Instituto Nacional de Câncer (Inca), órgão do Ministério da Saúde, responsável por coordenar e executar o Programa de Controle do Tabagismo no Brasil, ou ligue no Disque Saúde (136).
 
Termino esta matéria com a seguinte reflexão:
 
Ao fumar, nos matamos, matamos os outros, os animais e o planeta.
Quando fumamos, ficamos com dores no peito, perdemos o folego fácil, aparecem aftas na boca, ficamos com mau hálito, nossas roupas, veículos e casa ficam fedendo a cigarro, acabamos ficando mais porquinhos, deixando as cinzas por aí, poluímos o ar, sem contar que a grande maioria da população joga suas bitucas de cigarro no chão, gerando toneladas de lixo que acabam entupindo bueiros, contaminando o solo e as águas, matando assim milhares de animais.
 
Quanta coisa né?
 
Pois é… Eu sei que é difícil largar esse vício, mas vá em frente e pare para o seu próprio bem!
Todos nós vamos morrer! Isso é fato! Não sabemos o quando e nem como, mas algumas mortes nós sabemos como evitar! 
 
"Os vícios vêm como passageiros, visitam-nos como hóspedes e ficam como amos."