por Equipe Horóscopo Virtual

Os 10 maiores deuses egípcios

O Antigo Egito possuía um dos mais amplos panteões de deuses. A religião egípcia era importantíssima para a sociedade. O governo era teocrático, o faraó era um deus vivo e todos as esferas do poder governavam em nome dos deuses. A crença na vida após a morte influenciou a criação das técnicas de mumificação. A religiosidade ainda estava presente nas artes, na cultura e na vida diária dos egípcios, os deuses influenciavam a agricultura, a caça e cada cidade-estado contava com a proteção de um deus padroeiro. Conheça os mais importantes deuses dessa rica mitologia.

Também descrito como Amon Rá ou Atum Rá, é o principal deus da mitologia egípcia. Acreditava-se que os faraós eram filhos de Rá, e daí viria o seu direito de reinar sobre o Egito. Amon seria o deus primordial, tendo criado a si mesmo e ao universo. Posteriormente, ele se uniu ao deus-sol Rá e tornaram-se um só, criando os seres humanos e a vida na Terra. Os descendentes de Rá eram a terra, o céu, o ar e todos os outros deuses do panteão egípcio. 

Osíris

Nas lendas da criação do mundo, Osíris é da geração de deuses que não representa mais fenômenos naturais. Ele seria, porém, o herdeiro de Rá e governava como o primeiro faraó do Egito. Após ser assassinado por seu irmão Seth, Osíris é ressuscitado por Ísis e então passa a reinar como o deus dos mortos no mundo subterrâneo. Ele representa o renascimento e julga os mortos no pós vida.

Seth

Irmão de Osíris, Seth é o deus do caos e da guerra. Ele serve ao faraó como um deus guerreiro, mas é extremamente violento e imprevisível.  Por ciúmes do poder Osíris, assassinou o irmão e tentou ganhar controle sobre o Egito, mas foi vencido por Hórus. Sua função no panteão é a de causar problemas, o que é necessário para trazer o equilíbrio. 

Ísis

É a deusa da magia e do amor, protetora das mães e esposas. Era a deusa mais popular do panteão egípcio, mas foi cultuada também na Europa pré-cristã. Era irmã-esposa de Osíris, dizia-se que o Nilo nasceu de suas lágrimas, derramadas após a morte do marido. Foi ela, junto da irmã Nephthys, que recolhe os pedaços de Osíris e o traz de volta a vida. Juntos, os dois conceberam Hórus. 

Nephthys

É ligada ao culto dos mortos e protege os sarcófagos e os vasos canopos (recipientes onde se guardavam os órgãos após o processo de mumificação). Irmã-esposa de Seth e Osíris, abandonou Seth após o assassinato de Osíris, e junto de Ísis o trouxe de volta a vida. Junto a Osíris A maioria de suas lendas estão geralmente ligadas à Ísis, como a defesa de Hórus contra a serpente Apófis. 

Hórus

O deus da cabeça de falcão é filho de Ísis e Osíris. Herdeiro do pai pelo trono do Egito, Hórus foi alvo da ira de Seth, mas o venceu e vingou a morte de Osíris. Do submundo, Osíris interviu para que Hórus se tornasse o líder de todos os deuses. Ele é o deus do céu e representa o sol nascente. O faraó era considerado sua manifestação na Terra. Hórus, portanto, guardaria o reino dos vivos enquanto Osíris guardava o dos mortos.

Anúbis

Foi o deus Anúbis quem fez a primeira múmia, ao embalsamar Osíris. Filho deste e de Nephtys, Anúbis é mestre dos cemitérios e do embalsamar e é o deus que realiza a passagem dos mortos para o submundo, protegendo seus túmulos. Ele é representado como um homem de cabeça de chacal, um cachorro selvagem.

Bastet

Mais uma das filhas de Rá, Bastet era a deusa da fertilidade, protegia as mulheres grávidas, o momento do parto e era ligada à sexualidade. Ela também era considerada a protetora da alma e da magia de Ísis. Bastet era representada como uma mulher com cabeça de gato, demonstrando a profunda ligação que os egípcios possuíam com esses animais. 

Hathor

A deusa, esposa de Hórus, era uma das mais populares do Egito, assim como Ísis. Hathor era a deusa do amor e da alegria, protetora das mulheres. Era cultuada nas festas, já que se considerava que Hathor trazia a dança, a música e o vinho. Sua representação trazia a figura de uma vaca, o animal mais gentil na visão dos antigos egípcios.

Thot

Sua origem é incerta, Thot é descrito por vezes como filho de Rá ou de Seth. Era considerado o deus dos escribas, o responsável por trazer os hieróglifos aos humanos, assim como a magia, a aritmética e outras ciências. É o deus da sabedoria e da Lua. Por meio de suas fases, ele preside o passar do tempo.

 


Artigo escrito pot Ana Beatriz Monteiro da Equipe Horóscopo Virtual.

Equipe Horóscopo Virtual

+ artigos

Site esotérico completo que reúne conteúdos como astrologia, numerologia, mapa astral, runas, tarot e diversos. Serviço de consulta rápida e prática ao horóscopo diário, semanal, mensal e anual.