Compartilhar

por Equipe Horóscopo Virtual

Solstício de Inverno: Tudo sobre esse fenômeno

Existem alguns fenômenos que, embora possuam explicações racionais e científicas, também possuem certos aspectos mais místicos ao seu redor. Diversos acontecimentos relacionados ao movimento dos planetas e das estrelas, por exemplo, têm esse tipo de dualidade.

É interessante, nesses casos, conhecer as duas explicações. Isso porque você não somente obterá maior conhecimento, mas também entenderá que é possível, sim, mesclar a ciência com aquilo que é místico. Nada nesse mundo, afinal de contas, é preto e branco; tudo pode se misturar de forma interessante e muito cativante.

Nesse cenário, o solstício de inverno entra em ação. Esse episódio chama muito a atenção não somente por marcar o início de uma nova estação, mas por possuir características místicas – o renascimento, por exemplo – e diversos significados diferentes dentro de inúmeras culturas e religiões.

Aqui no Horóscopo Virtual, criamos um guia muito completo sobre esse assunto que abordará todas as nuances do solstício de inverno. Confira!

O solstício de inverno e a ciência

Existem diversos acontecimentos e datas que são bastante especiais para a ciência e nos ajuda a controlar o tempo bem como entender as mudanças de temperatura. O solstício de inverno, por exemplo, como o próprio nome indica, marca o início de uma nova estação: o inverno.

Quando ele ocorre – sempre uma vez ao ano –, marca também a ocorrência do dia mais curto e, consequentemente, a noite mais longa daquele período de 365 dias. É importante lembrar, contudo, que em diferentes hemisférios esse episódio ocorre em datas diferentes.

De acordo com os estudos de especialistas, o solstício de inverno ocorre justamente por conta do movimento de rotação e translação da Terra. A forma como o planeta gira faz com que os raios solares sejam distribuídos de maneiras diferentes entre os hemisférios, proporcionando essa diferença entre as estações. Nesse dia em específico, o Sol fica no ponto mais distante possível.

5 curiosidades sobre o solstício de verão e a Lua Cheia!

O solstício de inverno e os seus aspectos místicos

De acordo com as crenças místicas, o solstício de inverno é uma data muito importante para o ser humano. Isso porque ele marca um momento de renascimento. Ou seja, nesse dia, é possível sentir uma energia muito benéfica ao nosso redor e, dessa forma, somos capazes de utilizá-la ao nosso favor!

Além disso, esse momento é muito propício para que a gente analise a forma com que agimos. Com uma conexão bastante forte com o nosso próprio íntimo, somos capazes de entender com clareza todas as nossas ações para, assim, mudá-las para melhor se houver essa necessidade.

O solstício de inverno nos mostra que, mesmo em momentos de escuridão e tristeza, é possível sair com a cabeça erguida e contornar toda a situação. Assim, o nosso renascimento será ainda mais forte!

Nessa data, somos capazes de nos conectar com nós mesmos de maneira mais assertiva, o que nos proporciona uma série de benefícios, tais como: maior autoconhecimento, possibilidade de melhoria, facilidade em resolução de problemas, e mais. Em momentos assim, a autocrítica pode ser a nossa melhor amiga.

A energia do solstício de inverno

Várias culturas antigas, como já pudemos perceber, associavam o solstício de inverno ao renascimento. Isso acontece por diversos motivos, mas o principal deles é que essa data possui uma energia muito específica e muito forte que pode ser utilizada ao nosso favor!

Esse é o dia perfeito, por exemplo, para que a gente realize rituais de limpeza de energia. Assim, liberaremos tudo aquilo que estava nos travando e nos atrasando e equilibraremos os nossos chakras. Nesse momento, até mesmo a cura é potencializada por meio da energia oferecida por essa data.

Lembre-se, também, de que essa é a ocasião certa para você utilizar as suas energias da melhor forma possível. Sendo assim, fazer coisas das quais você não gosta ou não está com vontade está fora de cogitação durante o solstício de inverno! Coloque-se em primeiro lugar!

Os signos do inverno: Capricórnio, Aquário e Peixes!

O Rito de Yule

De acordo com a mitologia pagã, o solstício de inverno marca o momento em que a Deusa dá à luz ao seu filho: o Sol. Nesse momento, cria-se, portanto, a roda da vida ou, como era conhecido, o Yule.

Essa palavra deu origem também ao primeiro festival já reconhecido da Europa. Conhecido pelo título de “Festival das Luzes”, é marcado por fogueiras, velas e tochas que ajudam a afastar os espíritos – que estão mais fortes e próximos nesse dia – e é celebrado até hoje. Por causa disso, é normal que esse dia seja simbolizado pelas luzes.

Acredita-se que quem participa desse festival tem as suas energias renovadas – trazendo, mais uma vez, o aspecto de renascimento – e terá mais facilidade para lidar com todas as dificuldades que aparecerem em seu caminho.

Para os celtas, durante o solstício de inverno o véu entre os mundos está bastante fino. Assim, foi nesse momento em que o filho da Deusa nasceu, iniciando um ciclo de vida muito importante para a humanidade. Para os nórdicos, essa data é bastante provocativa e pode ser tentadora; contudo, aqueles que sobrevivem são os fortes e, assim, renascem de maneira fortalecida.


Leia também: Equinócio de outono e sua magia!

Compartilhar

Equipe Horóscopo Virtual

+ artigos

Site esotérico completo que reúne conteúdos como astrologia, numerologia, mapa astral, runas, tarot e diversos. Serviço de consulta rápida e prática ao horóscopo diário, semanal, mensal e anual.