Você faz seu destino

Continuando com as Leis Cósmicas, vamos à nona delas que é a Lei do Destino. Diferentemente do que possamos pensar, tais como, “estava escrito”, ou “karma” - pensamentos advindos do Oriente - ou “aqui se faz aqui se paga”, esta Lei fala de responsabilidade e livre arbítrio.

O que determina uma vida confortável e de possibilidades ou não é aquilo que decidimos acreditar. Se por trás das decisões há pensamentos de dificuldade, medo ou deficiência pessoal os caminhos serão cheio de empecilhos e pedregulhos! Ou, se a base de ideias com que se age é de confiança, o caminho será mais agradável. Resumindo: Cada um faz seu caminho! Cada um faz a sua lei do destino!

Todos temos fé, mas em que colocamos nossa fé? A fé deve ser dirigida para onde nos convém.

Vivemos, experimentamos, nos tornamos conscientes e escolhemos, assim desenvolvemos o discernimento. Se não observamos o que experimentamos, escolhemos sem saber direito o que. Daí, acabamos repetindo experiências sem grandes resultados.

A lei da evolução garante que se chega lá, mas “de que jeito”? Na complicação, na pobreza e na doença ou na saúde e na riqueza? São opções de cada um.  

Nós somos essencialmente consciência lúcida, o inconsciente é consciência não percebida. O Eu Consciente pode ser um facilitador, embora não seja o detentor único do poder de realização.  

Em suma, podemos ir “na boa” ou não. O revoltado e o teimoso “enroscam” mais. Quanto mais espertinho e “desencanado” mais favorece.

Qual sua opção de transporte de ida da sua viagem sem volta? A jato, trem bala ou de mula?  Afinal de contas, tudo tem lá suas vantagens. Alguns preferem o sofrimento pois assim se inspiram para obras de sensibilidade profunda. Você decide, aliás sempre foi você quem decidiu.

Nosso próximo artigo finaliza esta série Leis Cósmicas! Até lá!