Compartilhar

por Erickson Rosa

Como aprender com 2020 para fazer 2021 ser um ano fantástico

O ano passado não foi fácil. A reclusão, o adoecimento para muitas pessoas e ainda a perda de entes queridos tornaram esse ano totalmente esquecível. Mas será mesmo que devemos nos esquecer dele assim? Será que, mesmo com toda essa mudança, não temos nada a aprender? 2021 pode realmente ser um ano fantástico, mas somente se aprendermos com o ano que passou. Ele nos diz muito sobre como estamos vivendo e sobre como teremos que viver daqui para frente. Neste texto, quero falar sobre 3 aprendizados que 2020 nos trouxe, e como isso pode nos ajudar para 2021 ser fantástico.

1º Interdependência

Mulher olhando pela janela

Se 2020 trouxe um aprendizado, foi a afirmação de que realmente estamos conectados. Nossas ações afetam os outros, e o que fazemos repercute na sociedade. As mídias sociais apenas deixam isso mais claro. Evidenciam que o comportamento das pessoas afeta nossa vida, e vice-versa. Entendendo que cada ação nossa afeta as pessoas, podemos pesar nossas decisões, olhar para o outro e entender que nossa felicidade está ligada ao que levamos ao outro e não do que tiramos do mundo.

Um acontecimento na China impactou pessoas que viviam em países e cidades distantes. Isso serve para nos mostrar que não estamos desconectados do todo, e sim ligados a cada ser vivo neste mundo. Nós somos o planeta. O aprendizado aqui é que, se as coisas ruins nos afetam, coisas boas também. Nenhuma ação é pequena, e todas elas afetam os outros. Por isso, cabe aqui a reflexão de quais são as ações que estamos “reverberando” no mundo. Pense em seus atos e como eles impactam as pessoas e como isso modifica a vida delas. Suas ações têm importância.

2º Compaixão

O planeta se abriu para ver a realidade de várias pessoas. Muito foi apresentado sobre as diferenças sociais que cercam nosso mundo. Com a pandemia e o isolamento, pudemos ver o quanto há de diferença social e como essa pandemia afetou diferentes realidades de maneira diferente.

Tudo isso serviu para nos despertar a compaixão, saindo de nossos problemas e olhando as dificuldades dos outros. Isso diminui nosso autocentramento e nos libera as inteligências de benevolência e compaixão.

Você também pode gostar:

Se despertarmos para essas qualidades, podemos buscar levar mais benefícios às pessoas no mundo, e isso facilita muito o nosso caminhar. Como? Basta que a nossa preocupação saia da porta de nossa casa e se importe com o outro. Ao levarmos benefícios às pessoas, elas se conectam mais conosco, e nossa rede aumenta. A rede são pessoas com que podemos contar quando precisarmos, mas, para isso, precisamos gerar benefícios, para acumular nossos méritos. A compaixão é a melhor ferramenta nesse caso.

3º Encarar a si mesmo(a)

Mulher meditando ao lado de seu cachorro

O isolamento nos trouxe a dura missão de encontrar a nós mesmos. Muitas pessoas dizem que o ócio leva à depressão, tristeza e carência. Porém creio que o ócio só traz à tona algo que antes estava sendo esquecido com distrações. Festas, idas ao shopping, ao bar, compras, viagens etc. Muitas distrações que agora sumiram, e precisamos encarar nosso interior e tudo que nele habita.

Podemos fugir em séries, em filmes, em histórias que nos conduzam para outro lugar. Contudo um dia teremos que encarar nosso interior. Esse olhar é desafiador, mas ao mesmo tempo libertador. Se aproveitamos esse tempo para olharmos para dentro de nós, descobriremos todos os desafios, mas também nossas potencialidades.

Se esse ano que passou não impactou você, está na hora de se desacomodar. O mundo e as pessoas nele precisam de suas ações, que você faça a diferença. Afinal, estamos todos conectados.
Então, está pronta para fazer um 2021 fantástico?

Compartilhar

Erickson Rosa

+ artigos

Psicólogo clínico laureado pela PUCRS. Atende crianças, jovens e adultos. Palestrante sobre a temática do inconsciente.