Compartilhar

por Cássia Marina Moreira

Empoderamento para todos

O que exatamente quer dizer esta palavra, nova palavra? Como tantas que têm aparecido nestes nossos novos tempos. Trazidas muitas vezes pelos ventos de além-mar, outras daqui de mais pertinho mesmo! 

Dar poder para alguém, e neste momento quem está recebendo “poder” são as mulheres. E por que isso? Muito provavelmente porque até agora as mulheres não estavam se sentindo donas de poder algum. Este movimento é justamente para dar voz para estas questões que até então estavam sendo ignoradas ou abafadas por todos os lados. 

Em todas as frentes, quer ver que é fácil entender: “O não das mulheres não quer dizer não”, agora temos um movimento com o boton e um adesivo escrito em vermelho: “NÃO É NÃO”! Vi uma moça usando no metrô, há algumas semanas. Outra situação, que está em toda parte e não apenas aqui no Brasil, diz respeito aos salários, sempre menores que o salário dos homens, não importa a carreira, por vezes são os mesmos cargos, mas os salários deles sempre são maiores.  

As que conseguem se “apoderar” de suas coisas, trabalho, família, forma de pensar, da própria vida e, principalmente, de onde for ter a sua própria voz, muitas vezes sofrem uma gama de investidas provocativas e danosas em todas as frentes de sua existência.  

Como prêmio, acabam por sofrer dos companheiros, maridos, chefes, irmãos, pais e sabe-se lá quantos outros homens mais podem aparecer em sua vida, muita pressão e represália em seu caminho, principalmente vinda da inveja basilar onde fica evidenciada a própria postura perante a vida, que pretende se impor só por ser ou para ser o “homem da relação”, sem ter que fazer muita coisa para tal, apenas no grito.  

Leia também 5 formas de praticar feminismo no seu dia a dia

Mas tenho sentido uma outra situação que está mexendo muito com a cabeça e com a vida de todas as pessoas, não apenas das mulheres. Também diz respeito ao poder, mas o poder à vida, poder viver. O direito à vida!

Penso que primeiro deveríamos dar empoderamento a todos os seres humanos, que parecem estar sendo exterminados pelos fuzis, metralhadoras, revolver, granada, explosivos, entre outras armas para grandes ataques. Isso tudo não é preparo para uma guerra, mas entre bandidos e pessoas comuns, policiais e traficantes, exército e sabe-se lá quem agora.

Mas quem está sem paz e sem saber para onde vai e o que fazer da vida são as pessoas, pessoas comuns como eu e você, que estão a cada dia mais sentindo o pânico bater na porta e em suas emoções. Não estamos só falando de uma cidade apenas, pois ao redor do mundo aumenta o número de pessoas assustadas e temerosas por suas vidas e pela vida dos seus.

Deixamos de ter importância, na verdade, somos “um nada” para essas pessoas que se utilizam dessas poderosas armas sempre que querem qualquer coisa que está conosco, mas vamos deixar claro que tanto com um objeto como sem ele, nenhum de nós perante as balas, seja lá de quem for, terá algum valor.

Empoderamento do ser humano é o que necessitamos realmente, como um todo, para preservar a vida de todos, a vida de todos em todos os lugares, nos bares da calçada, na saída do supermercado e do banco, passeando com o cãozinho, não importa, o que cuidar da vida mental, física, todas as idades e toda vida vale a pena cuidar e manter.

 

Compartilhar

Cássia Marina Moreira

+ artigos

Psicóloga com especialização em Terapias Florais. Autora dos livros “Águas que transformam - conheça as essências vibracionais da natureza” e “Essências Vibracionais D'Água”.

site essenciasdagua.com

facebook Essências Vibracionais D'Água

email [email protected]

skype Cassia_Marina