Compartilhar

por Erickson Rosa

Sim, você pode e deve fracassar!

Em nossa sociedade, muita ênfase é dada ao sucesso. Todos nós queremos ser pessoas bem-sucedidas e que atingiram os seus objetivos. O fracasso é algo temido e que nos causa repúdio. Ninguém quer ser um fracassado! Podemos concluir que o sucesso é quando todas as coisas ocorrem dentro de nossas expectativas e quando atingimos os objetivos propostos. Dessa forma, o fracasso é quando as coisas não saem exatamente como deveriam ser ou quando as nossas expectativas são estraçalhadas. 

Mas como isso pode ser algo positivo?

O fracasso é uma oportunidade única, onde podemos ver como está a nossa mente e as nossas emoções perante as dificuldades. Podemos observar a nossa capacidade de lidar com as situações adversas e de verificar como nos saímos quando as coisas não atendem às nossas expectativas.

Outro ponto importante é a verificação de nossa energia. Nossa motivação deve ser a mesma quando o sucesso atinge ou quando o fracasso surge, pois é ela que nos moverá em nossa jornada pelo mundo. Precisamos de uma energia constante para que consigamos seguir mesmo diante das dificuldades. O fracasso é o treino para vermos como está a nossa energia. 

A energia constante 

Leia também sobre os 3 passos para controlar a energia que gera a felicidade!

Energia constante é a capacidade que temos de manter a energia mesmo diante da mudança das paisagens. Seria como se sua motivação não oscilasse mesmo que as situações oscilem. Se você atinge os seus objetivos, sua energia é de alegria, e se não atinge, sua energia é de alegria por conquistar um novo aprendizado! 

Como manter essa energia 

É preciso treino para não sermos carregados pelas frustrações do fracasso. Todos nós fracassaremos em algum aspecto da vida, a questão é como lidamos com isso e se somos ou não carregados por essas emoções negativas. Podemos desenvolver essa energia constante com práticas de meditação e de contemplação educativa. Ao desenvolvermos essas qualidades, treinamos a nossa mente para que não se perturbe diante dos revezes da vida. Por isso que fracassar é algo importante, para que aprendamos com as situações e para que vejamos como a nossa energia se encontra naquele momento.

Se somos facilmente carregados para emoções e pensamentos de desespero diante de eventos de fracasso, significa que somos frágeis como uma folha ao vento, onde qualquer brisa nos leva para onde bem entender. Dessa forma, não temos qualquer liberdade de ação diante do fracasso.

Mas se conseguimos manter a nossa mente serena e não cair no desespero, aprendemos a ter liberdade diante dos eventos e a escolher como agir e não ter a ação baseada no “calor do momento”. Podemos ter uma real liberdade de ação e não ser mais refém das situações.

Então, que fracassemos... 

Como disse Samuel Beckett: “Fracasse! Fracasse de novo! Fracasse melhor!”. Ao fracassarmos, nós entraremos em contato com aquilo que está escondido ao nosso interior e que, muitas vezes, não queremos ter contato: nossas emoções perturbadoras. Entretanto a questão aqui não é não ter contato com essas emoções, mas manter a nossa energia de motivação e diligência mesmo diante dessas emoções. Assim, nós não seremos reféns nem dos eventos e nem de nossos impulsos, mas livres para escolhermos segui-los ou não.

 

Compartilhar

Erickson Rosa

+ artigos

Terapeuta holístico, Mestre Reikiano e formado em psicoterapia holística. Fundador do Coach Matinal e autor do e-book Ansiedade Sem Remédios. Ministra cursos e eventos com temas como a motivação, psicossomática, fisiognomonia e meditação.