por Cássia Marina Moreira

Karma - Quem já não ouviu falar sobre isso?

Muitos acabam pensando que Karma é por natureza uma coisa pesada ou ruim, que veio de outra vida e que trazemos para esta, sem chance de mudar. Será mesmo assim, tão negativo e debilitante para a realidade que vivemos hoje, e que não adquirimos nenhum Karma nesta vida?

Podemos ver alguns conceitos de várias formas, ao ler algumas teorias e visões de outros povos, assim teremos alguma coisa que oriente para o bem viver, pelo menos de forma diferente da anterior.

Karma é uma palavra que tem sua origem no sânscrito, Karman, tradução: ação. E alguns dizem que podemos imaginar como sendo uma viagem, que estamos vivendo nesta vida, aqui e agora. Então, vamos pensar um pouco... Em toda viagem carregamos na bagagem alguma coisa que não necessariamente deveria ter entrado na mala, mas entrou. E aí está, muitas vezes nem é tão bom e nem é tão ruim, porém o peso incomoda, talvez o que incomode mais é ter que deixar para trás. Se torna dureza trabalhar o desapego e soltar a tal “peça” para não precisar carregar o quilo extra durante o restante da viagem. Sem desapego firmamos um karma, nesta vida mesmo, pode-se dizer!

Esta escolha de desapegar carinhosamente, chamo de um outro nome: livre arbítrio. Quando entendemos e aprendemos como manobrar este conceito, certamente as chances de uma vida mais equilibrada entrará no ritmo diário, sem atropelos e sem pesar. É sempre bom saber que existem habilidades e talentos que adquirimos nesta vida que podem nos ajudar imensamente a separar o joio do trigo. Experiência é isso, não reincidir naquilo que não funcionou, aquilo que já sabemos que dá problema, é melhor não fazer uso novamente!

Acredite, não estamos fadados ao insucesso e dor. É preciso abandonar esta ideia de que o sofrimento nos pertence, pois não é verdade, a angústia não é um item de primeira necessidade em nossa bagagem, portanto, pode muito bem ser deixada fora da mala de viagem. Estabelecer novos padrões de pensamento para viver de maneira diferente, claro que é difícil, porém não é impossível e podemos fazer isso, uma frequência vibratória ruim e pesada pode ser alterada a todo momento. A força de vontade e o pensamento consciente são capazes disso. Tenha certeza, sempre somos capazes!

Parar de pensar que sofrer é só o que resta e transformar o karma em ação, como fazem os indianos, é uma ideia a ser seguida a cada momento. Para tal, é preciso estar atento a estes pensamentos que invadem, com imagens e formas que não estimulem qualidades e talentos, é possível se estiver vigilante, "pensando no que se está pensando" poder-se-á trocá-los por uma melhor forma de pensar e criar saídas.

Somos seres criativos por natureza, sim! Com a consciência desperta mudamos este velho padrão de sofrimento e cruz! Focar em nossas habilidades e nas inclinações positivas é a porta que leva a vislumbrar uma mudança dia a dia!

Cássia Marina Moreira

+ artigos

Psicóloga com especialização em Terapias Florais. Autora dos livros “Águas que transformam - conheça as essências vibracionais da natureza” e “Essências Vibracionais D'Água”.

site essenciasdagua.com

facebook Essências Vibracionais D'Água

email [email protected]

skype Cassia_Marina