Compartilhar

por Solange Gardesanni Luz

Oráculo: Mito ou Verdade

Desde a antiguidade, os homens consultam os oráculos para direcionar suas vidas, ações, empresas e até nações.

Temos na África, na China, na Grécia e em muitos locais do planeta o uso dos oráculos como instrumento, às vezes divino, às vezes como autoconhecimento e às vezes como adivinhação.

Vou amplificar a abrangência do oráculo e teremos a ciência do conhecimento composta por: o tarô, búzios, runas, quirologia, leitura corporal, leitura facial, cartomancia, baralho cigano, oráculos xamânicos, numerologia, astrologia, geomancia, e tantos outros.

Utilizar um oráculo nos possibilita um mergulho interior, percebendo de maneira clara o que vivemos e como poderemos entender melhor as energias que nos cercam aproveitar o aprendizado de cada período e o acesso à nossa sabedoria interior.

O mais interessante que na jornada do conhecimento vamos ver que cada uma destas disciplinas colabora para entendermos o todo de maneira mais profunda.

Minha experiência com os oráculos tem me mostrado que podemos utilizá-los sempre que houver necessidade e que devemos respeitar suas mensagens, afinal nem sempre ouvimos aquilo que desejamos e não devemos insistir, insistir, insistir, devemos sim ouvir sua mensagem e avaliarmos em um mergulho interior.

Na antiguidade quem trabalhava com os oráculos eram os sacerdotes e sacerdotisas, eles eram os intermediários entre a fonte oracular e o consultado, hoje se tornou algo mais acessível, os oráculos saíram do hall dos iniciados exotéricos para a população como um todo.

É maravilhoso podermos conhecer nosso mapa astral natal, trazendo a potencialidade para esta vida, vermos com nosso nome e data de nascimento traduzem como somos, as linhas e formas de nossas mãos mostrando potencialidades, vendo no tarô como a fotografia do momento, percebendo como a aparência exterior demonstra o interior e assim as infinitas possibilidades de nos percebermos melhor e entendermos nossos processos de vida.

Temos uma infinita gama de utilizações Oraculares, mas uma das mais fascinantes utilizações é para o autoconhecimento, entender nossos arquétipos, mitos e suas lições.

Como na antiga China onde o imperador consultava o I Ching para direcionar as ações do estado, na Grécia onde o Oráculo de Delfos era sempre muito procurado e até hoje onde presidentes de nações utilizam a Astrologia para ajudar em sua gestão.

Como já foi dito “Vós sois deuses”, os oráculos permitem um mergulho interior para acessarmos o nosso melhor em todos os momentos, desta forma acessarmos a nossa divindade interior e também o melhor das instituições sejam organizações/empresas, filosofias, continentes e países. 

Hoje temos acesso aos oráculos de maneira muito mais rápida e simples, podemos obter muitas informações pela mídia, fazermos um curso ou fazermos um consulta presencial.

Uma dica: vá para frente do espelho e se olhe como fosse pela primeira vez e sinta a sensação de se ver de maneira especial atento a cada detalhe, olhe suas mãos, pesquise sobre o arquétipo do seu signo e vá somando as informações e faça um mergulho interior para compreender cada um desses sinais e aproveitá-los ao máximo!

Para terminar, quanto à pergunta do título Oráculo: mito ou verdade, o que você acha?

Compartilhar

Solange Gardesanni Luz

+ artigos

Terapeuta, Bacharel em Publicidade e Propaganda e Pós-graduada em Marketing pela ESPM, pesquisadora e estudiosa desde 1985, atua em um trabalho multidisciplinar focando equilíbrio, autoconhecimento, qualidade de vida, motivação e resultados em atendimentos, cursos e consultorias.