Compartilhar

por Erickson Rosa

Você está preparada(o)?

Quem nunca se sentiu incapaz para superar algum desafio na vida que atire a primeira pedra. Pode ser que nesse momento você também esteja se sentido assim. Talvez você esteja adiando algum projeto, procrastinando algum empreendimento, ou até mesmo perdendo algumas oportunidades em sua vida. Se você se identificou com qualquer uma dessas situações, você pode estar sendo vítima de um pensamento autossabotador.

Mas que pensamento é esse?

Esse pensamento sabotador poda nossa atitude, diminui nossa iniciativa e corrói nossa autoestima. Quando possuímos essa crença sabotadora, deixamos aos poucos de sonhar, de buscar aquilo que nosso coração tanto quer realizar.  Achamos que não estamos prontos para as situações que a vida nos solicita.

O pensamento é de acreditar na seguinte afirmação: “NÃO SOU BOM O BASTANTE”. Quem possui essa crença limita suas possibilidades. Acha que nunca está pronto para começar seu projeto, realizar uma apresentação, abrir um novo negócio, etc. Será que hoje você está limitando suas possibilidades e, consequentemente, seu sucesso? Mas pode se tranquilizar, pois vou ensinar aqui nesse artigo que basta mudarmos a forma de olharmos para essa crença, que mudaremos o que ela resulta em nós.

Mas como se origina esse padrão de pensamento?

Para isso basta olharmos para nosso passado. As experiências passadas criam nossas representações. Se em algum momento de sua vida você achou que faltou capacitação em algum desafio de sua vida, é provável que você sinta que não possui capacidade suficiente. Outro fator pode ser as críticas excessivas que você recebeu no passado. Pessoas que recebem muitas críticas são extremamente duras e exigentes consigo mesmo. É como se carregassem em seu interior a voz das pessoas (normalmente seus pais ou responsáveis) que os criticaram durante sua infância.

Um homem que foi criado aos berros, se tratará aos berros. Terá uma voz interna dura e extremamente exigente consigo mesmo. Achará que nunca estará na altura dos desafios, pois sua exigência interna é alta e sua autoestima baixa. Mas como tudo na vida há uma solução.

É importante entendermos que essa crença é apenas um pensamento e nada mais, e pensamentos podem ser modificados. Podemos, não somente mudá-los, como também alterar a visão que temos sobre eles. Se você não se acha capaz ou preparado para iniciar determinado projeto, saiba que isso pode ser uma vantagem para você. Isso mesmo uma vantagem, pois você sabe que estará sempre em constante aprendizado. Isso significa que você pode começar hoje mesmo aquele seu projeto que está há muito tempo parado apenas esperando uma atitude sua. Em paralelo você pode continuar buscando o seu preparo. A frase aqui é: "Melhor feito do que perfeito".

Compreender que estamos em constante melhoria, em um eterno aprendizado, faz-nos entender que jamais estaremos cem por cento preparados para todas as situações da vida, e que é ilusão estar preparado para qualquer situação. O que lhe torna preparado é compreender que você não está totalmente preparado para todas as situações. Talvez pareça contraditória essa última frase, porém, ao mesmo tempo, libertadora. Libertadora por trazer a ideia que podemos começar hoje mesmo nossos projetos, podemos fazer qualquer coisa, pois nossa capacidade de aprendizado estará atuando para melhorar nosso desempenho ao longo do processo.

Para evitarmos esse pensamento sabotador é necessário também deixar de lado a comparação. Normalmente, nos comparamos a pessoas que possuem outra realidade e origem. "O gramado do vizinho sempre parece mais verde", já dizia esse velho ditado. Não compare suas capacidades, cada pessoa é única. São como as gotas do orvalho de uma flor, cada gota é diferente uma da outra, pois a natureza jamais se repete.

Compartilhar

Erickson Rosa

+ artigos

Terapeuta holístico, Mestre Reikiano e formado em psicoterapia holística. Fundador do Coach Matinal e autor do e-book Ansiedade Sem Remédios. Ministra cursos e eventos com temas como a motivação, psicossomática, fisiognomonia e meditação.