por Mia Vilela

Capricórnio e os relacionamentos

No décimo artigo da série sobre signos e relacionamentos, trato de Capricórnio.

Se você busca solidez, alguém responsável, que zela pela segurança e conforto da família e vai dividir as contas com você sem reclamar, achou! Agora, se você faz questão de carinho, companhia, romantismo, beijinho e abraço, é melhor voltar para Câncer ou ir para Peixes. Aqui, você nunca ficará na mão, mas não espere muito tato. 

Capricórnio pensa, come e respira responsabilidade. Eles querem deixar algo útil para a posteridade, entende? Tudo deve ter um motivo de ordem prática, e felicidade, satisfação ou prazer não está entre eles. O negócio aqui é material e a demonstração de afeto vem bastante através de presentes, especialmente se a Lua do indivíduo estiver neste signo. 

O provedor do Zodíaco não entende a sua reclamação por longas horas de trabalho ou porque você estava doente e ele foi ver a obra do apartamento novo e te deixou sozinho(a). Afinal, ele estava cumprindo com as suas obrigações e garantindo o sustento e o teto de vocês, o que mais alguém pode querer da vida, certo? 

É preciso compreender isso e também buscar, com tato, fazê-los ver a importância do afeto e da alegria, eles(elas) não sabem, precisam aprender. E devem aprender a importância disso tanto quanto de uma vida voltada aos valores também espirituais, sob pena de, entre 40 e 50 anos, serem forçados a passar por maus bocados materiais, a fim de aprender a valorizar o resto.  

O símbolo de Capricórnio é uma cabra com rabo de peixe, simbolizando a dualidade do signo: matéria (cabra) x espírito/sensibilidade (peixe). Eles precisam de alguém que os ensine isso por meio do amor, ou a vida os ensinará por meio da dor, repare.

No trabalho, são funcionários exemplares e resilientes, low profile, caminham com discrição rumo ao topo, lugar que eles entendem que devem chegar. São incansáveis e organizados (a não ser que haja fortes aspectos no mapa indicando o contrário). 

Como chefes, eles são exigentes e têm dificuldade de entender o porquê você precisa ir embora para colocar seu filho na cama. É preciso analisar com cuidado até onde a falta de tato chega para não abrir mão da sua vida em nome de nada, essa gente não vai pensar muito antes de te mandar embora, eles são práticos, lembra?  

Não seja muito aberto ou descontraído perto dos Capricórnios, eles apreciam a discrição e a reserva. Seja prático e produtivo e você se dará bem com eles. 

Se o Capricórnio estiver aberto a aprender na vida, quando lhe for ensinado o amor com base no afeto e não apenas no sustento, ele(ela) se tornará a melhor companhia do Zodíaco (ao meu ver). Além disso, eles(elas) são como o vinho, melhoram com a idade e seu senso de humor também aumenta com os anos, vale a pena esperar!   

Confira também:

Mia Vilela

+ artigos

Mia Vilela é astróloga desde 2004, formada pela Regulus Astrologia. Suas consultas são voltadas ao autoconhecimento e previsões.

Desde a infância Mia sempre foi muito curiosa acerca da Astrologia, pois sua natureza controladora a fez desejar desvendar os mistérios do destino: como assim não podemos controlá-lo? Acabou por aprender que a nossa personalidade é o nosso destino e percebeu que a Astrologia, antes de um oráculo, é uma ótima ferramenta de autoconhecimento, bem como uma das inúmeras fontes de conhecimento sobre o funcionamento da personalidade humana.

Por meio de uma linguagem acessível, Mia espera poder compartilhar o que aprendeu e tem aprendido nesses anos, a fim de que mais pessoas possam ter acesso ao que a Astrologia tem a nos ensinar. Com isso, espera contribuir com uma sementinha para que os leitores depositem um olhar mais profundo sobre si mesmos, entendendo que, ao mudarmos nós mesmos, mudamos o mundo à nossa volta.