por Erickson Rosa

Como acalmar sua mente

A grande maioria das pessoas vive a vida com a mente sempre em confusão. Raras são as pessoas que conseguem se concentrar durante 5 minutos em uma única coisa. Se acha que estou exagerando, experimente ficar olhando um copo por mais e cinco minutos e conte quantas vezes sua mente se dispersou em outros pensamentos. Isso significa que durante o dia sua mente vaga de um pensamento para o outro, não conseguindo ter uma clareza exata sobre as situações.

Mas o que isso impacta em sua vida?

A falta de concentração, a procrastinação, a ansiedade e tantos outros problemas são oriundos de uma mente confusa. Por exemplo, uma pessoa muito ansiosa pensa nas diferentes formas que agirá diante de problemas futuros. Como uma maneira de tentar controlar as situações que podem acontecer. O ansioso tende a fazer uma espécie de “ensaio mental” para as situações futuras. Acontece que esse tipo de ação gera desgaste psicológico e emocional, pois essa emoção de ansiedade desgasta o corpo e a mente. Quando há uma redução desse fluxo mental estabilizamos a mente e, consequentemente, as emoções e o corpo.

Mas como acalmar a mente?

Em geral, a nossa mente é uma confusão só. Vários pensamentos invadem a nossa mente e podemos aprender a acalmar a nossa mente através da prática de contemplação dos pensamentos. Ela é dada em 3 passos e vou ensinar aqui para você cada um desses passos.

3 passos para acalmar sua mente

  • 1º passo: Sente em um local confortável para essa prática e certifique-se que ninguém vai perturbar você durante pelo menos 5 minutos. Essa prática é simples e vai durar apenas alguns minutos. Tente encontrar uma posição confortável para seu corpo e relaxe gradativamente cada região do corpo colocando sua atenção sobre ela.

  • 2º passo: Após relaxar o corpo, respire devagar e preste atenção em sua respiração. Tente focar sua atenção na respiração abdominal, observando o ar entrando em saindo. Esse exercício ajuda sua mente a focar no ar e equilibrar o dióxido de carbono e oxigênio, equilíbrio responsável pela ativação do sistema de relaxamento ou sistema nervoso parassimpático.

  • 3º passo: Agora veja seus pensamentos surgirem. Por exemplo, se você ao se sentar começar a pensar sobre coisas para resolver no trabalho, apenas veja esse pensamento e diga a si mesma: “depois penso sobre isso, deixo esse pensamento passar”. Assim você não se prende aos pensamentos e permite que eles não se fixem em sua mente. Ao fazer isso, está realizando dois exercícios super importantes: O primeiro é que está praticando a não responsividade. Consegue aprender a não reagir de maneira automática algumas situações da vida, não seguindo o primeiro pensamento que lhe vem à mente. O segundo é que aos poucos vai criando um espaço em sua mente, deixando que uma mente serena ocupe o lugar de uma mente agitada e estressada.

Aconselho você a não acreditar no que leu, mas praticar e verificar através de sua experiência se isso realmente ocorrerá com você. De nada adianta um conhecimento que não é prático. Somente entende aquele que pratica verdadeiramente.

Se gostou deste artigo deixe seu comentário e compartilhe. Vou adorar saber sua opinião! Um grande abraço e até o próximo artigo. 

Erickson Rosa

+ artigos

Terapeuta holístico, Mestre Reikiano e formado em psicoterapia holística. Fundador do Coach Matinal e autor do e-book Ansiedade Sem Remédios. Ministra cursos e eventos com temas como a motivação, psicossomática, fisiognomonia e meditação.