Compartilhar

por Erickson Rosa

O mal das falsas verdades

Você sabe o que são falsas verdades? Talvez você esteja pensando: "Que pergunta mais estranha". Mas acredite, muitas pessoas são vítimas das falsas verdades e sabotam sua vida diariamente, somente para fazer cumprir as falsas verdades que aprenderam durante a vida.

Falsas verdades nada mais são do que mentiras que ao passar dos anos acabaram tornando-se verdades, ou melhor, falsas verdades. Acreditar em afirmações do tipo: "Preciso ser rico para ser feliz", "Preciso ser magra para me sentir bem", "Preciso ter alguém se quiser encontrar a felicidade", "Jamais posso ficar triste", etc. São afirmações que nos dizem a maneira como devemos existir, e se não nos adequamos a essa maneira, seremos infelizes pelo resto da vida.

Percebe o quanto isso limita sua vida? O quanto impede você de ser feliz neste exato momento? O quanto faz você correr atrás de um objetivo sem sentido?

Você não precisa de mais nada para ser felizes, a não ser a aceitação de si mesmo. As falsas verdades criam uma não aceitação de si mesmo. Como se tivesse que entrar em um padrão de outro para poder ser feliz.

Assim acreditamos que só seremos felizes se alcançarmos certas realizações e acabamos condicionando nossa felicidade a coisas externas, e quando alcançamos essa coisa, voltamos a sentir o vazio interior e a começar essa corrida novamente.

Podemos pensar no mito de Sísifo. Sísifo foi condenado pelos deuses a empurrar todo início do dia uma pedra para o alto de uma montanha. Ao final do dia essa pedra rolava novamente para baixo, fazendo com que ele tivesse que recomeçar novamente a tarefa ao raiar do sol.

Isso causa uma tremenda frustração, pois não se tem a visão de avançar, apenas de repetir. Talvez esteja aí o vazio existencial sentido em quem acredita em falsas verdades.

A pessoa que não se aceita procura fora de si a felicidade, em uma busca eterna por coisas ou pessoas que possa suprir algo que ela só encontrará em si mesma. 

Assim todo dia ela rola a pedra para cima, ou seja, sai em busca de algo para preencher o buraco que a falsa verdade colocou nela. Busca as formas de ser, as coisas que acredita precisar para ser feliz, e não olha para seu interior, para si mesmo, para aprender a aceitar da forma que realmente é.

Será que você não vem acreditando nessas falsas verdades? Será que você não vem exigindo demais de si mesma para agradar pessoas, ou entrar no padrão delas apenas para ser aceita? Você aceita sua vida hoje? Você está conseguindo ser feliz hoje?

Não estou dizendo que não devemos ter objetivos. Claro que devemos ter sempre objetivos, mas essas metas devem ter sentido para nós. Seu objetivo deve ser algo que você valoriza, que você ama. Seus valores pessoais devem estar envolvidos com suas metas e objetivos.

O primeiro passo para encontramos nossa missão, nossa vocação é aceitarmos quem nós somos, com nossas qualidades e defeitos, com nossas perfeições e imperfeições. Pois afinal, somos seres humanos, únicos e belos nessa singularidade. Lembre-se que a natureza jamais se repete.

 

Compartilhar

Erickson Rosa

+ artigos

Terapeuta holístico, Mestre Reikiano e formado em psicoterapia holística. Fundador do Coach Matinal e autor do e-book Ansiedade Sem Remédios. Ministra cursos e eventos com temas como a motivação, psicossomática, fisiognomonia e meditação.