por Mia Vilela

Combinações entre os signos: Gêmeos

Dando sequência à série de artigos sobre a interação dos signos entre si, passo a tratar da interação de Gêmeos com os demais signos do Zodíaco.

Note que as análises feitas nesses artigos são genéricas, superficiais e que, a fim de verificar realmente quais as facilidades e dificuldades a serem enfrentadas no relacionamento entre duas pessoas, é necessário realizar a sinastria dos mapas astrais.

Gêmeos e Áries

Muita conversa, muita troca de ideias. Gêmeos imagina e Áries concretiza. Gêmeos lida com os problemas cotidianos e Áries com os dilemas maiores, dando um norte nos planos e na relação. Mas Áries precisa aprender com Gêmeos que há diversos pontos de vista e opiniões, senão vai achar que está lidando com alguém volúvel. Gêmeos precisa aprender com Áries a ser mais assertivo e menos prolixo.

Gêmeos e Touro

Se o Touro se permitir influenciar positivamente por Gêmeos e abrir a mente para novas ideias, aventuras e vida social, um pode complementar o outro. Isso porque Touro pode ensinar a Gêmeos a ter mais foco em suas metas e planejamento nas realizações. Gêmeos, por sua vez, precisa entender que Touro necessita de estabilidade e que muitas mudanças o afugentam.

Gêmeos e Gêmeos

Bem, se ambos aprenderem que é preciso foco e disciplina na vida, podem construir algo juntos. Senão, estarão sempre lutando para sobreviver ao mês, pois levam tudo tão leve que acabam não construindo nada sólido. Muita vida social, boas conversas e cumplicidade são esperadas. Mas precisam muito levar as coisas mais a sério.

Gêmeos e Câncer

Gêmeos vai compreender não apenas o humor ácido de Câncer, mas também as oscilações de humor cancerianas. Câncer vai gostar do modo como Gêmeos resolve tudo sem estresse e sem se abalar emocionalmente. Contudo, é possível que Câncer entenda que essa leveza de Gêmeos é falta de amor e fique inseguro com a instabilidade de Gêmeos. Gêmeos vai sentir pavor do grude de Câncer e verá sua necessidade insaciável de afeto como carência pura. É preciso muito diálogo para acertar os ponteiros

Gêmeos e Leão

Muita alegria e vida social são esperadas nesse relacionamento. Leão admira como Gêmeos não se abala com a opinião alheia e não se irrita com quase nada e, com isso, transita mais facilmente pelos meios almejados pelo Leão. Gêmeos vai admirar a disciplina leonina e a sua capacidade de conseguir o que quer com excelência. Podem facilmente completar um ao outro. Mas Leão precisa aprender com Gêmeos que tudo é relativo e que ser imperativo não leva ninguém a lugar nenhum. Gêmeos precisa aprender com Leão que lazer tem hora e que muitas vezes as coisas têm, sim, que ser levadas a sério.

Gêmeos e Virgem

O senso crítico de Virgem não é bem compreendido por Gêmeos, para quem tudo é relativo. A meticulosidade de Virgem incomoda Gêmeos e a falta de preocupação geminiana dá nos nervos de Virgem. Precisam enxergar seus pontos em comum: a abertura ao aprendizado e à comunicação, a capacidade de adaptação às mudanças e a necessidade de empatia intelectual em um relacionamento.

Gêmeos e Libra

Muita DR é esperada nessa relação, afinal, ambos racionalizam tudo. Ambos compreendem todos os lados de uma questão e procuram não arrumar confusão. Vida social também é importante para os dois. Gêmeos precisa ser menos prolixo se quiser argumentar com Libra e Libra precisa ser menos dependente de companhia se quiser manter Gêmeos por perto.

Gêmeos e Escorpião

O ciúme e possessividade de Escorpião não pegam Gêmeos nem de binóculo! O rancor e a demora em processar as coisas emocionalmente também deixam Gêmeos em uma certa distância, afinal, a vida foi feita para ser leve. As mudanças frequentes de Gêmeos afugentam o Escorpião, pois a sua flexibilidade para tudo na vida é mal vista pelo Escorpião, para quem o mundo é preto ou branco. Se aprenderem um com o outro que a vida tem que ser levada a sério e que muitas vezes as palavras têm que entrar por um ouvido e sair pelo outro, poderão encontrar uma chance.

Gêmeos e Sagitário

Os opostos complementares... Gêmeos ensina a Sagitário a lidar com a vida tal como ela é e não como Sagitário entende que deveria ser. Gêmeos operacionaliza os planos de Sagitário. Por sua vez, Sagitário ensina a Gêmeos que é preciso ter um alvo final a ser alcançado, que muitas ideias têm que ser reduzidas a uma. Mas ambos precisam aprender a levar as coisas até o fim se quiserem construir algo juntos.

Gêmeos e Capricórnio

Gêmeos pode ser o canal de comunicação de que Capricórnio precisa, e esse o pragmatismo de que Gêmeos carece. Contudo, as constantes mudanças de Gêmeos e seus voos solo podem gerar insegurança em Capricórnio. O materialismo do Capricórnio e seu excesso de pragmatismo podem ser duramente criticados por Gêmeos. É preciso que compreendam que possuem virtudes que faltam no outro e que podem aprender muito juntos.

Gêmeos e Aquário

Muita intelectualização e pouco afeto. A impessoalidade reina. Ambos precisam ficar a sós de vez em quando e se entendem nisso, mas ambos podem falar em círculos e chegar à conclusão nenhuma sobre nada. O negócio é discutir. Em um relacionamento afetivo precisam trabalhar o toque e a cumplicidade. Há comunhão de mentes, mas carência de afeto. A vida social é importante para ambos e o relacionamento se baseia mais na amizade, de modo que, mesmo quando romântico, tem sempre um tom de amizade maior.

Gêmeos e Peixes

Os dois signos duplos do Zodíaco se entendem em sua necessidade de movimento, mudança e vida social. Contudo, falta-lhes pé no chão e estabilidade para construírem algo juntos, de modo que a vida pode ser uma eterna gangorra, cheia de altos e baixos. A necessidade de muito afeto e proximidade física de Peixes pode incomodar Gêmeos e a impessoalidade de Gêmeos pode deixar Peixes triste. 

Confira também:

Mia Vilela

+ artigos

Mia Vilela é astróloga desde 2004, formada pela Regulus Astrologia. Suas consultas são voltadas ao autoconhecimento e previsões.

Desde a infância Mia sempre foi muito curiosa acerca da Astrologia, pois sua natureza controladora a fez desejar desvendar os mistérios do destino: como assim não podemos controlá-lo? Acabou por aprender que a nossa personalidade é o nosso destino e percebeu que a Astrologia, antes de um oráculo, é uma ótima ferramenta de autoconhecimento, bem como uma das inúmeras fontes de conhecimento sobre o funcionamento da personalidade humana.

Por meio de uma linguagem acessível, Mia espera poder compartilhar o que aprendeu e tem aprendido nesses anos, a fim de que mais pessoas possam ter acesso ao que a Astrologia tem a nos ensinar. Com isso, espera contribuir com uma sementinha para que os leitores depositem um olhar mais profundo sobre si mesmos, entendendo que, ao mudarmos nós mesmos, mudamos o mundo à nossa volta.