Compartilhar

por Equipe Horóscopo Virtual

10 descobertas importantes da Astronomia

A Astronomia, palavra oriunda da junção dos termos gregos “Astron” e “Nomos”, que significam, respectivamente, “Astro” e “Lei”, é considerada por diversos especialistas a mais antiga das ciências. Entretanto, apenas a partir do século XV, por conta dos avanços tecnológicos, a Astronomia passou a ter tal reconhecimento. Ela tem como objetivo principal estudar os fenômenos que acontecem ao redor da atmosfera terrestre e os movimentos dos corpos celestes. Sendo assim, é a Astronomia o campo responsável por analisar asteroides, cometas, constelações, estrelas, galáxias, planetas e tantos outros temas cosmológicos.

Inicialmente a Astronomia consistia basicamente na observação, a olho nu, dos astros e seus fenômenos. Além de ter uma conexão com religiões e lendas. Porém, com o decorrer do tempo, ela passou a interagir diretamente com outras ciências, como Biologia, Física, Geografia e Química. Atualmente a Astronomia tornou-se uma área extensa, com diversas subdivisões. Entre elas estão a Astrobiologia, responsável por estudar a evolução dos sistemas biológicos no Universo; a Astrofísica, que analisa as propriedades físicas dos corpos celestes; e a Astronomia Planetária, que compreende o estudo dos sistemas planetários. E, por conta do avanço da tecnologia, acabou tornando-se informatizada e consolidada na atualidade.

Para celebrar a relevância dessa ciência, em 8 de abril é comemorado, no Brasil, o Dia Mundial da Astronomia. Já o Dia Internacional da Astronomia é celebrado em datas distintas ao decorrer do ano, seguindo de acordo com as fases da Lua. Tais celebrações apenas reforçam a importância da Astronomia para a evolução da humanidade, já que ela é a responsável por diversas descobertas de extremo valor sobre o Universo. Então ajeite-se confortavelmente, aperte os cintos e embarque nesta viagem para conhecer 10 descobertas importantes da Astronomia.

1 – O primeiro modelo heliocêntrico

Ilustração de Nicolau Copérnico.

Durante um bom tempo, a teoria do Universo geocêntrico predominou na sociedade humana. Mas foi a partir do modelo matemático preditivo consistente e completo de um sistema heliocêntrico, apresentado por Nicolau Copérnico no século XVI, que o Sol passou a ser visto como o centro do Universo. Até os dias de hoje, os cálculos para lançamento de satélites e veículos espaciais baseiam-se nos fundamentos do heliocentrismo.

2 – O Universo está em expansão

Galáxia.

O astrônomo Edwin Hubble foi o responsável não apenas por descobrir diversas galáxias, como também por constatar que elas se movem dentro do espaço interestelar. Essa revelação, determinada em 1923, defende o fato de que o Universo está em constante expansão, e isso provavelmente ocorre desde seu começo.

3 – Cometa Halley

Cometa branco.

Um dos mais famosos e brilhantes cometas que orbita o Sol, Halley foi o primeiro cometa periódico a ser descoberto e reconhecido (em 1705). O autor dessa descoberta foi o astrônomo Edmond Halley. O primeiro registro de sua passagem em nosso Sistema Solar ocorreu em 239 a.C. Apesar de esse cometa “visitar” a Terra apenas a cada 75 anos, a chuva de meteoros Orionids é resultado de seus fragmentos.

4 – Exoplanetas

Ilustração de exoplaneta azul.

São os planetas localizados na parte externa do Sistema Solar, pertencentes a outros sistemas planetários. Entre 2019 e 2020, a NASA (agência espacial norte-americana) já havia detectado em torno de 4.000 exoplanetas e mais de 3.000 sistemas planetários. Entre eles, 24 exoplanetas foram considerados por astrobiólogos como potencialmente habitáveis.

5 – Água na Lua

Lua cheia.

Outra informação anunciada pela NASA foi a revelação da existência de uma grande quantidade de água presente na Lua no final de 2009.

Você também pode gostar:

Após o lançamento de um foguete pela a agência espacial, seguido de uma sonda em uma cratera próxima ao polo sul lunar, cientistas informaram que os instrumentos detectaram água em uma coluna de detritos. Em 2020, novos estudos revelaram que a quantidade de água presente na superfície da Lua pode ser mais abundante do que o esperado.

6 – Primeira imagem de um buraco negro

Alusão de buraco negro.

Buracos negros são regiões do espaço-tempo que têm um campo gravitacional tão intenso que nenhuma partícula ou radiação eletromagnética consegue escapar. Em 10 de abril de 2019, a Astronomia foi marcada por um fato extraordinário: pela primeira vez na história da humanidade, foi possível capturar e observar a foto de um buraco negro.

7 – Leis de Kepler

Silhueta humana observando o céu estrelado.

Criadas por Johannes Kepler entre 1609 e 1619, as três leis dissertam sobre os movimentos planetários. A primeira lei determinava que as órbitas dos planetas em torno do Sol eram elípticas. A segunda definia que o trajeto traçado ao redor do Sol por um planeta varria áreas iguais em tempos iguais. Já a terceira defendia que, quanto mais distante do Sol um planeta se encontra, maior a demora de seu período de translação.

8 – Bolhas gigantes no Sistema Solar

Universo estrelado.

Em 2011, a uma distância de 14,5 bilhões de quilômetros da Terra, foram descobertas bolhas tão enormes que naves necessitariam de semanas para conseguir atravessar apenas uma delas. Essas bolhas são, na realidade, um efeito de campo magnético do Sol quando atinge a borda do Sistema Solar. Possivelmente elas são nossa primeira linha de defesa contra os raios cósmicos.

9 – Solo de Marte

Representação de Marte.

A Sonda Curiosity descobriu em 2012 que o solo do planeta é similar ao do estado do Havaí. Depois de uma longa viagem, a sonda tocou a tênue atmosfera marciana. O objetivo principal da missão espacial era descobrir pistas sobre a história geológica do planeta.

10 – Água em Marte

Solo de Marte.

A existência de água congelada em Marte já havia sido comprovada há algum tempo. Porém, em 2018, um vasto reservatório de água líquida foi descoberto sob as calotas de gelo polar no Planeta Vermelho. A nova descoberta aumentou as probabilidades de que formas microscópicas de vida existam, ou pelo menos tenham existido, em Marte.

 

Estas foram apenas algumas das inúmeras descobertas extremamente importantes que a Astronomia proporcionou em sua existência. Entre exoplanetas, buracos negros, cometas e tantas outras informações conquistadas ao longo do tempo, novos passos são dados para a compreensão do Universo. Conhecer melhor a expansão celestial que nos rodeia é, de certa forma, uma jornada de autoconhecimento que tem como consequência o progresso da humanidade. Afinal, para escolhermos um destino, precisamos saber de onde viemos e em qual lugar estamos primeiramente.

 
 

Compartilhar

Equipe Horóscopo Virtual

+ artigos

Site esotérico completo que reúne conteúdos como astrologia, numerologia, mapa astral, runas, tarot e diversos. Serviço de consulta rápida e prática ao horóscopo diário, semanal, mensal e anual.