Compartilhar

por Anisia de Castro

Sensibilidade, intuição e lógica

Muitos dos movimentos do cotidiano levam-nos a divisões e disputas entre pensamentos certos e pensamentos errados, crenças certas e crenças erradas, escolhas certas e escolhas erradas; mecanismos que nos influenciam preenchidos de julgamentos. 

É um mundo de escolhas diárias e constantes, desde seu caminho para o trabalho aos seus pensamentos durante o trajeto. Será que nos damos conta da máquina que é o pensamento? A máquina dentro de nós, a habitar o nosso ser? E como sobreviver a si mesmo, a aquilo que criamos em nossa mente? 

Todo mundo mora na mesma casa que chamamos de Eu: nossos desejos, sonhos, sentimentos, razões, memórias e tarefas; tudo disputando espaços. São julgamentos e mais julgamentos, pesos na balança das nossas escolhas. Como sincronizar a balança para o equilíbrio? 

Experimente juntar-se. 

Como? 

Incluir a palavra “e” em vez de “ou”

Eu e minha irmã, meus desejos e minhas realizações, minhas tarefas e meus divertimentos, meu sono e minhas atividades físicas, eu e meus sonhos. Você já se incluiu nos seus sonhos? 

Desenvolvendo a intuição com a Terapia Floral

Às vezes, queremos e queremos para fora e não nos damos conta dos chamados de dentro. 

Experimentando o “e”, vamos juntando-nos, tornando-nos inteiros, plenos e abertos a novos projetos, aventuras, pessoas, comunidade e amor. Passamos a pertencer, aceitando-nos como somos em nossas várias dimensões do Ser, ora podendo dançar e amando dançar, ora podendo estudar para conhecer assuntos novos e adorando o saber, ora cantando e amando cantar e ora silenciando e amando silenciar. Enfim, somar-se. 

Quem vê pensa que somos só bondade, haha! Mas e se fôssemos somente bondade? 

Seria aquilo que pensávamos como o “mal” não existir? 

O meu “ser preguiçoso” poderia ser substituído pelo meu sono, descanso e trabalho? Acho até que o ser “preguiçoso” deixaria de existir, assim como muitos dos “julgamentos” pesados que atribuímos a nós mesmos, em função da pura disputa do espaço dentro de nós. Sem disputas não há guerra, sem disputas há inclusão. 

Todos temos muitas qualidades à espera de reconhecimento e aceitação. 

O que andamos a criar em nossa mente vai direto ao coração por meio da emoção e, uma vez implantada em nosso ser, materializa-se, segundo a física quântica. 

Enfim! 

Intuição: Respeite a sua natureza

Junte o Ser, inclua a Alma nos seus projetos e receberá o maravilhoso presente da Intuição. 

Ahow!! 

Compartilhar

Anisia de Castro

+ artigos

Psicoterapeuta, astróloga e xamã. Formada em psicologia e com formação em diversos cursos, como Xamanismo, Exorcismo, Metafísica da Saúde, Atendimento a tentativas de suicídios, Biodança, Bioenergética, Meditação Osho e Yoga. É especializada em síndromes do século XXI, como pânico, estresse, depressão e problemas de relacionamento.